marisqueiras e restaurantes lisboa e parede

Camarão, conquilhas, búzios, percebes, sapateira, amêijoas, santola, ostras, lavagante, lagosta… Hum!  A lista de iguarias vindas diretamente do mar é infinita e as nossas marisqueiras sabem bem o que fazer com tanto marisco fresco. Saiba onde organizar a melhor mariscada!
O termo marisqueiras diz respeito ao grupo de alimentos composto pelos crustáceos (camarão, lagosta, lagostim, caranguejo, etc.) e pelos moluscos (amêijoa, lula, ostra, polvo, etc.). A grande diferença entre estas duas categorias reside no facto de os crustáceos terem um esqueleto externo (uma carapaça) enquanto os moluscos têm um esqueleto interno, como a lula, ou uma concha, como a amêijoa.

Nesta secção serão abordados apenas os crustáceos, deixando para outra oportunidade a descrição dos moluscos.

marisqueiras lisboa

Apesar do conteúdo de lípidos dos crustáceos ser baixo, muitas vezes, a forma como são preparados e marisqueira lisboa cozinhados implica a adição de grandes quantidades de gordura, tais como os molhos e a fritura. Além disso, estes alimentos são frequentemente cozinhados com excessivas quantidade de sal, como podemos observar no caso do camarão cozido, que em 100g contém 1,6g de sódio. Este excesso de sódio poderá ser prejudicial para a sua saúde, nomeadamente pela elevação da tensão arterial (hipertensão), retenção de líquidos em pessoas susceptíveis e potencial aumento da excreção de cálcio pela urina.

Se optar por restaurantes parede, métodos culinários mais saudáveis, como cozer com pouco sal, grelhar ou cozer a vapor, os crustáceos podem ser uma agradável e deliciosa forma de conviver com os seus amigos numa tarde de Verão.
Celebre o dia do marisco em Vigo

A Festa do Marisco, organizada pelo porto de Vigo, celebra-se sempre em setembro, para celebrar a chegada dos meses com “r” e a abertura da temporada do melhor marisco na ria de Vigo. Todos os anos, nesta festa, são vendidas 40 variedades diferentes de marisco a preços mais do que populares. Tudo enfeitado com bancas de artesanato e baile folclórico, de quinta a domingo.
O conteúdo de colesterol deste alimentos é apreciável, pelo que se aconselha um consumo moderado a pessoas com alterações do padrão de lípidos do sangue (dislipidemia), por exemplo colesterol ou triglicerídeos elevados. Estes efeitos são menos pronunciados que no caso de outros alimentos, como a carne vermelha, porque os ácidos gordos polinsaturados ómega-3 que constituem a maior percentagem dos lípidos encontrados nestes alimentos são benéficos para a saúde cardiovascular. Estes ajudam a elevar os níveis de HDL-colesterol (“bom colesterol”) e, assim, diminuir o risco de doença cardiovascular e hipertensão.

belosol

Descasque os camarões, deixando alguns com a casca para decorar. Leve ao lume, num tacho com 1,5 l de água, as cascas do camarão. Deixe ferver durante 15 minutos, triture tudo e passe pelo coador de rede fina.

Descasque a cebola e os dentes de alho, pique tudo finamente, deite num tacho com o azeite e deixe cozinhar até a cebola ficar macia. Acrescente o tomate pelado picado com o molho e deixe cozinhar durante cinco minutos.

Junte ao refogado um pouco da água da cozedura do camarão e deixe cozinhar durante 10 minutos, junte depois o resto da água e deixe ferver.

Adicione o arroz, mexa até ferver e deixe-o cozinhar durante 10 minutos. Junte as amêijoas, misture e deixe ferver. Acrescente o miolo de camarão, os camarões descascados e os camarões que guardou com a casca, deixando ferver mais cinco minutos. Adicione os palitos do mar, cortados em rodelas grossas, verifique o sal e junte uma pitada de pimenta. Desligue o lume e deixe repousar durante cinco minutos antes de servir.

marisqueiras e restaurantes lisboa e parede
Vote neste artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*